27 de março de 2010

2010 Smoke And Mirrors

Novo albúm do Lifehouse, lançado dia 2 de março para o público, começou bem, atingindo o top 10 da Billboard 200, em sexto, vendendo mais de 54 mil unidades em sua primeira semana.

Sempre quando um novo albúm do Lifehouse é lançado uma grande questão para todo fã de Lifehouse é retomada, irá Jason Wade ter como base os dois primeiros fantásticos albúns, ou manterá o trabalho demonstrado nos dois últimos? Ele manteve. Embora isso não queira dizer que o albúm deixa muito a desejar, pude apreciar algumas faixas. Em alguns casos, a melodia impressiona, em outros há belas composições.

O single lançado em outubro do ano passado, Halfway Gone, é simples, com versos manjados. No entanto, ela é chiclete e animada. Obviamente, esse single tentou atrair mais do que fãs de Lifehouse.


Há ainda, From Where You Are, certamente a faixa que mais merece destaque aqui. Uma antiga composição de Jason, compartilhada como bootleg por vários fãs há anos, ganhou uma ótima versão de estúdio. A combinação do violão e de pequenos acordes de guitarra, junto a um vocal ecoador e pequenas notas de teclado temperam uma das melhores faixas do albúm.

Conhecida pelas composições que entoam relacionamentos, Falling In, By Your Side, It Is What It Is e Had Enough assim se destacam. Sendo essa penúltima a de mais bela melodia. By Your Side é daquelas que te impressiona de começo, e parece que conquistará você até o final, mas ela perde o encanto. São boas faixas, que ouvirá algumas vezes seguidas.


Wrecking Ball e Nerve Damage atraem pela belo trabalho sonoro, com solos de guitarra merecedores de destaque. No entanto, composições que deixam a desejar.

Se esse fosse o terceiro album da banda, eu teria gostado bem mais. Mas ficou perceptível a linearidade desses três últimos trabalhos da banda. E para quem os conhece bem, certamente escutará as músicas apontando para similaridades em faixas de outros albúns.

Smoke And Mirrors, uma expressão de ilusionistas para truques capazes de fazer de bobo o espectador, criando a expectativa para uma coisa e tendo um incompreensível resultado final. Certamente alguns dirão que essa é a tradução perfeita para o albúm. Mas não o desmereço, você não viciará nele, mas ele não deixa de ser um bom companheiro para algumas horas.

Merecem Repeat: From Where You Are, It Is What It Is, Falling In
Merecem Forward: Here Tomorrow Gone Today

0 comentários: